Cigarro polui a cidade

Como é de costume aos sábados, fui almoçar na casa da minha avó. No caminho, meu irmão e eu decidimos contar quantas bitucas de cigarro estavam jogadas nas ruas que percorremos.

O caminho é curto, mas conseguimos perder a conta. Estimamos que o número seja de aproximadamente 250. Isso apenas considerando as calçadas pelas quais passamos, sem o outro lado da rua. E que isso foi hoje, apenas num pedacinho de Porto Alegre, sem contar a cidade inteira, todos os dias. O número já fica inimaginável.

Muitos fumantes jogam as bitucas no chão usando o “argumento” de que não há lixeiras específicas para o lixo que produzem, ou seja, “cinzeiros públicos” (jogar o cigarro recém fumado em uma lixeira com papel pode provocar fogo). É um “argumento” semelhante ao que muita gente que joga lixo na rua usa: “não encontro lixeiras”.

Obviamente se deve cobrar isso das autoridades, mas não serve de desculpa: é só carregar o que se quer jogar fora até uma lixeira. Se for o caso, levar para casa e lá colocar no lixo. O cigarro, basta pisar em cima dele para apagá-lo, e assim ele pode ser largado na lixeira sem risco de causar fogo.

As bitucas de cigarro, como todo o lixo jogado nas ruas, ajudam a entupir bueiros (principal causa dos alagamentos) e levam muitos anos até se decomporem – com todas as porcarias que as integram. É possível reciclá-las, mas acho melhor ainda não fumar.

Anúncios

Um comentário sobre “Cigarro polui a cidade

  1. Eu tb. Bituca é lixo. Lugar de lixo não é na rua.
    Porém, quem fuma não se importa em colocar lixo no seu próprio organismo. Imagina o que sobra para locais públicos.

Os comentários estão desativados.