1º de maio

Tá, o dia foi ontem… Mas não custa nada lembrar, já que o camarada aqui “vagabundeou” ontem e não postou.

A propósito, o “sonho” dos que cultuam o “trabalho acima de tudo” não é exatamente o que mostra o filme “Tempos Modernos”? Homens comportando-se como máquinas, porque “a produção não pode parar”. Afinal, descansar é “coisa de vagabundo”.

O dia 1º de maio é “do trabalho” ou “do trabalhador”? Sem dúvida alguma, é do trabalhador.

Tem de ser do trabalhador. Pois foi de uma greve por redução da jornada de trabalho (ou seja, por uma vida melhor, com mais tempo livre para o descanso), iniciada em 1º de maio de 1886 na cidade de Chicago, que surgiu a comemoração.