Quando nem a direita acredita nas mentiras reaças

Semana passada, recebi novamente aquela “corrente” sobre a “bolsa bandido”, que teria sido supostamente criada pelo governo Lula – mentira destroçada pelo Vinicius Duarte. Obviamente respondi, e como o meu amigo havia mandado o lixo e-mail sem usar a opção “com cópia oculta”, cliquei em “responder a todos”, enviando apenas o link para o texto do Vinicius, nada mais, para que mais gente recebesse o “antídoto” contra a mentira.

Já recebi duas respostas – ambas apenas para mim, e não para todos. Uma delas foi a que mais me deixou satisfeito. Pois veio de um outro amigo, que é de direita. E ele disse que achara a “denúncia” sobre a “bolsa bandido” exagerada… Inclusive, me agradeceu pelo esclarecimento.

Ou seja: há uma luz no fim do túnel. Há pessoas que são conservadoras e não saem acreditando em qualquer bobagem só por ser “contra o governo Lula”. Quanto menos gente tendo mentiras como verdades, melhor.

Anúncios

Mais sobre palmadas

Quando entre adultos, uma cena violenta é repudiada: os brigões são “selvagens”, “brutos”, “animais estúpidos”. Por que se aceita numa boa um pai/mãe dando tapas em público em seus filhos sem lhes aplicar a mesma pecha? E mais: por que as pessoas chegam às chamadas “vias de fato”?

Clique e leia na íntegra o texto do Vinicius Duarte – disparado o melhor que li até agora sobre o tema “palmadas”.