O último tango de Busatto

Agora é oficial: o dançarino nervosinho deixa a Casa Civil.

Mas não cometamos injustiças. A culpa da atual situação no Estado não é do Busatto, nem do Feijó. Muito menos da Yeda. Com a palavra, a própria (des)governadora: