Já vai tarde

Adeus, verão! Seja muitíssimo bem-vindo, outono!

O que está acontecendo com os jacarandás de Porto Alegre?

Sexta-feira, durante minha caminhada pelo Parque da Redenção, notei que vários jacarandás dos canteiros da Avenida Osvaldo Aranha estão mortos, ou quase. Totalmente desfolhados, em pleno verão.

O mesmo se verifica nas árvores da mesma espécie na Rua João Telles, na esquina com a Osvaldo Aranha. Olhando para aqueles jacarandás sem folhas, a única maneira de eu lembrar que estamos no verão era passar a mão na minha testa para tirar o suor… Aliás, mesmo no inverno os jacarandás não chegam a perder todas as suas folhas: elas costumam cair entre agosto e setembro, e logo se segue o florescimento que embeleza as ruas onde eles estão plantados durante a primavera.

O pior de tudo, é que já percebi o mesmo problema em outras ruas de Porto Alegre. Como no caso da Pelotas, onde morei durante minha infância. Em 2009, dois jacarandás doentes foram removidos pela SMAM, ao invés de tratados. E há outras árvores doentes na rua, o que representa risco de queda em ventanias.