Breve recesso

Estou na etapa final da preparação para prestar um concurso público, no próximo domingo. Assim, já antecipo que até lá não haverá nada de novo por aqui.

Saindo do recesso

Declaro encerrado o recesso do Cão, antes mesmo da prova. Afinal, li que quando se faz concurso à tarde, o ideal é não estudar nada pela manhã – o que faz sentido: o conteúdo que não consegui decorar aprender até agora, não será em poucas horas que conseguirei fixar. Então, que seja como tiver que ser – de preferência, uma prova facinha, e que o desempate seja uma questão sobre a Revolução Romena de 1989, já que daquele contexto (1989) a maioria prefere estudar a queda do Muro de Berlim (se bem que isso tá caindo de maduro, pois semana passada fez 50 anos que o “Muro da Vergonha” foi construído).

Mas este período sem escrever foi inspirador para o pós-recesso. Virão mais textos sobre o fenômeno dos “concurseiros”, que expõe algumas contradições da classe média: o “médio-classista padrão” acha que pobre é “vagabundo que não quer trabalhar” (mesmo que se arrebente trabalhando o dia inteiro), mas não fique surpreso se o mesmo “médio-classista padrão” deixar de trabalhar para passar os dias inteiros estudando para concursos…

Só não prometo para logo à noite, pois depois da prova vou sofrer assistir ao jogo do Grêmio.

————

Atualização (21/08/2011, 11:55). Acabo de descobrir que o jogo começa às 16h, então perderei de assistir à maior parte…

Blog em recesso

Anuncio que a partir de hoje o blog entrará em recesso, retornando à ativa em 21 de agosto (ou até mais posteriormente). Estou me preparando para um concurso público (que é para minha área de formação), e com isso sobra pouco tempo para postar.

Como a prova pode até ser adiada, talvez o recesso seja maior, mas avisarei.

Antes que alguém me questione quanto a paralisar o blog agora, quando não o fiz para a monografia de conclusão na faculdade, dois anos atrás: para defender o trabalho na banca é recomendável ter uma “colinha”, não é preciso decorar porra nenhuma…