Palhaçada

Sexta-feira, aconteceu em Porto Alegre uma insólita passeata contra “a bagunça do ENEM”. Mesmo que os problemas tenham afetado muito poucos, e que o Ministério da Educação já tenha tomado providências, estudantes saíram às ruas usando narizes de palhaço.

Simplesmente ridículo: um protesto com todo o jeito de ter sido arregimentado* por cursinhos pré-vestibulares (afinal, eles lucram menos com o ENEM) e cujos participantes mais parecem felizes – afinal, estão saindo na TV, no jornal – do que indignados.

Tinha gente até propondo anular o ENEM! Pois é: se uma pequena parcela já havia sido prejudicada pelos problemas com as provas, é óbvio que anular o exame significa prejuízo para a esmagadora maioria.

O que se percebe, é que o ENEM foi a largada do “terceiro turno” da eleição de 2010 – assim como foi o “caos aéreo” em 2006.

————

* Pergunta que não quer calar: aqueles direitosos que chamavam os estudantes que protestavam contra a corrupção no (des)governo Yeda de “massa de manobra”, onde estão???

Anúncios