Manifestação foi um sucesso em São Paulo

De acordo com o Eduardo Guimarães, mais de 200 pessoas se reuniram no MASP (Museu de Arte de São Paulo) para manifestar seu repúdio ao presidente do STF, ministro Gilmar Mendes. O ato teve visibilidade, e chamou a atenção inclusive da “grande” mídia – uma equipe da Globo esteve presente no local, filmou tudo e prometeu apresentar matéria no “SPTV 2ª edição” (telejornal local), às 19 horas.

Também estiveram presentes a TV Cultura, a Radiobrás, a NGT (canal 48 UHF de São Paulo) e um repórter fotográfico do jornal O Estado de São Paulo.

———-

Já aqui em Porto Alegre, cerca de 20 pessoas – bem menos do que eu esperava – se reuniram no Monumento ao Expedicionário, no Parque da Redenção. Por parte da imprensa, cobertura do Jornal Já, que mandou a repórter Naira Hofmeister ao local.

Houve falha de nossa parte: não levamos nenhum cartaz, nenhum panfleto para chamar a atenção de quem passava pelo local. Quem via de longe aquela nossa roda de discussão, jamais pensaria que se tratava de uma concentração para protestar contra Gilmar Mendes.

Mas também pensei: PQP, esses gaúchos são acomodados mesmo! Mandei e-mail a cerca de 30 pessoas falando sobre o ato, a maioria de Porto Alegre. Dos meus contatos daqui, ninguém apareceu no Monumento ao Expedicionário.

Não foi à toa que um dos presentes, o amazonense Marcelo, disse ter ficado surpreso com o pouco número de presentes no local. Afinal, os gaúchos adoram se exibir, repetindo a balela de que o Rio Grande do Sul é o “estado mais politizado do Brasil”.

Anúncios