Isto é uma vergonha!

Em 30 de junho de 2007, escrevi uma breve reflexão, um questionamento, sobre qual seria o profissional mais indispensável: o médico ou o lixeiro?

No fundo, ambos são importantíssimos, mas é fundamental fazer tais questionamentos. E lembrar da importância dos lixeiros e garis, “o mais baixo da escala do trabalho” para Boris Casoy, âncora do Jornal da Band.

Se os lixeiros e garis decidissem não mais recolherem o lixo produzido por Boris Casoy nem varrerem a rua em frente à casa dele… Ele próprio teria de levar o lixo embora e pegar uma vassoura. Talvez aprendesse a respeitar tais profissionais.

E quem sabe também aprendesse a não humilhar quem lhe deseja Feliz Ano Novo só por não ter a sua “fama”.

————

Boris Casoy tem muitos fãs por seu hábito de dar opiniões (em geral, reacionárias) sobre algumas notícias – origem do famoso bordão “Isto é uma vergonha!”. Bom, dessa forma, pelo menos fica mais escancarado o preconceito da classe mérdia, que tem pavor dos pobres por medo que eles “roubem o fruto de muito trabalho duro” (carro, apartamento etc.) – esquecendo que os maiores roubos em nosso país, em geral, foram obra de gente engravatada.