Esse papo de “Lula, vai se tratar pelo SUS” já encheu o saco

O câncer na laringe de Lula foi anunciado no último sábado. De cara, enquanto políticos de situação e oposição manifestavam solidariedade ao ex-presidente e desejaram-lhe sucesso no tratamento, alguns reaças começaram a comemorar, torcendo para que ele morresse rápido.

Não demorou para eles perceberem que queimaram muito o filme com essa. Afinal, gente que se diz “civilizada” não pode tratar adversários políticos como se fossem inimigos.

Logo, acharam uma outra maneira de tripudiar em cima da doença de Lula: com uma campanha para que ele tratasse seu câncer pelo SUS. E nessa, foram mais “bem-sucedidos”, pois a saúde pública no Brasil precisa, sim, melhorar, daí a sugestão para que o ex-presidente a utilizasse.

E é por causa disso que me decepcionei com pessoas que sempre considerei sensatas: aderiram sem pensar a essa campanha. Saíram por aí falando horrores do SUS, que ele é “horrível” e por conta disso Lula preferiria pagar por seu tratamento*. E mesmo os defensores do ex-presidente também cometeram uma cagada: disseram que quem critica Lula nunca usou o SUS.

Mas a verdade é que muita gente que enche a boca para dizer “o SUS é uma porcaria” muitas vezes o usa sem saber. Quem já foi atendido pelo Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, por exemplo, necessariamente usou o SUS. Lembro que 11 anos atrás uma garrafa de champanhe estourou “do nada” enquanto eu almoçava na casa da minha avó, o pedaço que voou caiu exatamente em cima da minha mão direita, me abrindo um talho daqueles. Peguei um táxi e me mandei para o HPS, onde tive um ótimo atendimento sem precisar desembolsar um único centavo naquele momento.

Aí alguém lembrará que foi um atendimento de urgência, que o problema é na hora de marcar uma consulta, muitas vezes só se consegue para muito tempo depois… Tudo bem, o SUS tem muitos problemas, e é preciso cobrar das autoridades as necessárias melhorias. Mas daí a dizer que todo o sistema é ruim, como essa campanhazinha imbecil sugere, é preciso ter muita inocência – ou cara-de-pau mesmo.

Ainda mais que o SUS não se resume apenas a atendimento médico. O(a) leitor(a) tem diabetes, hipertensão, esclerose múltipla ou outra doença incurável? Pois saiba então que tem direito a receber gratuitamente os medicamentos necessários para seu tratamento. Pelo SUS. A Farmácia Popular, lembra? É graças a ela que minha mãe não precisará ficar o resto da vida gastando dinheiro com remédios para a pressão alta que, 30 anos atrás, quase impediu que eu estivesse aqui para escrever este texto.

Mas, quem quiser continuar com essa campanhazinha babaca que já me encheu muito o saco, ao menos seja coerente, e peça para o prefeito de sua cidade largar o carro oficial e pegar um ônibus às 6 da tarde. Ah, e que isso se dê independentemente do partido ao qual ele é filiado, OK?

————

* Tenho certeza absoluta de que, se Lula decidisse tratar seu câncer pelo SUS, os mesmos que estão enchendo o saco chamariam ele de “demagogo”, e reclamariam dele tirar a vaga de quem não pode pagar, enquanto ele tem dinheiro para fazer tratamento particular.

Anúncios