Eu vivia muito bem sem

zhbarrasho(fonte: Diário Gauche)

O anúncio na capa da Zero Hora de terça-feira do centro de compras inaugurado no início dessa semana é uma pérola. E junto com a notícia acima dele, prova que não existe mesmo a porra da “imparcialidade” tão defendida por alguns.

Como diz o título, eu vivia muito bem “sem um shopping assim”. E continuarei a viver, pois não me deslocarei até o bairro Cristal apenas para ir visitar um templo do consumo. Se não costumo ir nem ao que fica perto de onde moro…

E conheço gente que vive muito feliz sem shopping algum.

———-

Aliás, eu gostaria de saber onde andam aqueles que acham tudo o que é do Rio Grande do Sul melhor simplesmente por “ser daqui”. Afinal, a grande glória da nossa classe mérdia é algo totalmente padronizado, que é igual em qualquer canto do mundo. Seja o atual centro de compras – estabelecimento originado da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro -, ou sejam outros.

Anúncios

Pontal do Estaleiro – Audiência Pública

Amanhã (6 de agosto) às 19h acontece na Câmara de Vereadores de Porto Alegre uma audiência pública para debater o Projeto Pontal do Estaleiro. É prevista a construção de quatro torres residenciais e duas comerciais para a área.

Se aprovado o projeto, terá início uma progressiva privatização da orla porto-alegrense. Ao invés de buscar aproximar a população do Guaíba, nossa elite “esclarecida” prefere que as margens sejam propriedades privadas de poucos. E não bastasse isso, de acordo com o que li no Dialógico a apresentação do projeto traz uma “sacanagem embutida”: “os prédios são apresentados em escala menor no contexto da paisagem, ou seja, proporcionalmente, aparecem mais baixos do que realmente serão construídos”.

Sem contar que a área sofrerá um grande acréscimo de tráfego, com todos os carros que ingressarão não só no complexo do Pontal, mas também no novo (mais um!) centro comercial que deverá ser inaugurado nos próximos meses, no mesmo bairro (Cristal).

E não se vê nenhum candidato à prefeitura tocar nesse assunto. Afinal, pega mal ir contra os interesses das construtoras, que são os mesmos da grande mídia – a qual não divulga uma vírgula que não seja favorável ao projeto…

Leia mais:

Infelizmente, não poderei estar presente à audiência, pois tenho aula no horário.