O verão bipolar de Porto Alegre

Das duas, uma: ou assamos, ou viramos ensopado.

Charge do Kayser, 14 de março de 2012

Muita gente tomou três banhos na segunda-feira: de suor, de chuva e de chuveiro. Acabei tomando só dois, pois já chegara em casa quando o aguaceiro começou. Já em março do ano passado, a chuvarada veio justamente quando estava indo trabalhar…

O “cavalo encilhado” que Porto Alegre está deixando passar…

O dia de ontem amanheceu assim:

E anoiteceu assim:

Ano passado, eu já tinha lançado a ideia de que Porto Alegre deveria sediar um campeonato mundial de saltos sobre poças d’água. Como eu disse aquela vez, para isso não é preciso gastar uma grana com obras: basta deixar a cidade exatamente como está! Com calçadas que nem as nossas, ninguém nos supera na organização deste evento!

Porto Alegre é demais

Falam de São Paulo… Mas em Porto Alegre também tem enxurrada de deixar tudo alagado!

Dá até para surfar na rua, como aconteceu na tarde de quinta-feira na Rua Nova York.

Em comum com São Paulo, a causa dos alagamentos: a excessiva impermeabilização da cidade. A terra não consegue absorver a água da chuva, que corre para os pontos mais baixos. Inclusive, o Arroio Dilúvio (nosso grande esgoto a céu aberto), que já enchera na chuvarada de terça-feira, quase transbordou novamente nesta quinta.