Um baita Boteco

botecotv

Desde o início de abril, toda segunda-feira o Alma da Geral põe no ar o programa “Boteco Tricolor”, feito por torcedores para torcedores – assim como o Almômetro.

Nas últimas duas semanas não tive tempo de parar e ouvir. Ainda mais o programa do último dia 8 (gravado um dia após o jogo contra o Náutico), anunciado como tendo mais de uma hora de duração, e que prometia ser excelente.

Já foram ao ar mais dois Botecos depois do citado, nos dias 15 e 22, mas esse do dia 8 é realmente excelente, vale a pena ouvir: uma hora e vinte minutos de ótima qualidade! Futebol (é claro!), mas também um ótimo debate sobre preconceito (contra negros, homossexuais e mulheres) e violência nos estádios, críticas à elitização do futebol (fenômeno crescente no Brasil), dentre diversos assuntos, que não são discutidos na “grande mídia”.

Além dos titulares Guga Türck (editor do Alma da Geral), Jefferson Pinheiro e Sérgio Valentim, participaram também os gremistas Cláudio Silva, Bolívar de Almeida e Célio Golin.

Não deixe de ouvir!

Anúncios

San Martín x Grêmio

Semana passada, no jogo Grêmio x Boyacá Chicó, começou a ser feito o Almômetro. Iniciativa do blog Alma da Geral, do Guga Türck, tem por objetivo avaliar os jogadores do Tricolor e escolher, ao final do ano, o melhor jogador da temporada.

A avaliação é feita por 10 pessoas: além do Guga, participam Jefferson Pinheiro, Sérgio Valentim (os três primeiros também produzem o ótimo programa Boteco Tricolor, que vai ao ar no Alma da Geral toda segunda-feira à noite), Daiane Benites, Kayser, Bruno Coelho, Richard Ducker, Hélio Paz, Eraldo Türck (pai do Guga) e eu.

Semana passada não participei da avaliação – e também esqueci de publicar as notas aqui – por estar participando do Simpósio Internacional Centro, Periferia e Análise Histórica, por isso não fui a Grêmio x Boyacá Chicó. Já em San Martín x Grêmio eu vi o jogo e avaliei, e abaixo vão as notas (média de todos os avaliadores) dos jogadores que entraram em campo em Lima:

  • Victor – 8,25
  • Léo – 6,44
  • Réver – 7,13
  • Rafael Marques – 6,00
  • Ruy – 5,44
  • Tcheco – 6,88 (Douglas Costa – sem nota)
  • Adílson – 6,75
  • Souza – 7,81
  • Fábio Santos – 5,94
  • Jonas – 6,13 (Túlio – 5,25)
  • Maxi López – 8,63 (Herrera – 5,13)
  • Técnico: Marcelo Rospide – 6,06

Agora, a média “geral”, contando as notas dos dois jogos:

  • Victor – 8,38
  • Ruy – 5,83
  • Léo – 6,72
  • Réver – 6,78
  • Rafael Marques – 5,61
  • Fábio Santos – 5,79
  • Adílson – 6,73
  • Tcheco – 6,83
  • Souza – 8,01
  • Maxi López – 7,71
  • Jonas – 6,71
  • Orteman – 4,00
  • Alex Mineiro – 5,30
  • Jadílson – 5,75
  • Herrera – 5,13
  • Túlio – 5,25
  • Douglas Costa – sem nota
  • Técnico: Marcelo Rospide – 6,28