“Novela” Ronaldinho: palhaçada

Há quase 20 dias, declarei ser favorável à contratação de Ronaldinho pelo Grêmio, sob certas condições. Dez anos depois de sua conturbada saída, o craque teria a oportunidade de reconquistar o coração da torcida gremista, ainda mais vindo por um salário que não seja elevado.

Porém, não é o que parece que acontecerá – seja qual for o seu destino. Como falei, são quase 20 dias de “novela”. Parecia que ele viria mesmo para o Grêmio. Aí se começou a falar que poderia ir para o Flamengo; e o Palmeiras também corria por fora. E no fim Ronaldinho, Assis (o “empresário-irmão” do craque) e Adriano Galliani (vice-presidente do Milan) decidiram convocar a entrevista coletiva da tarde de hoje, o que obviamente indicava algum anúncio importante.

O anúncio era simplesmente que ainda não havia a definição sobre qual clube brasileiro seria o destino de Ronaldinho… Mas para mim algo ficou óbvio com essa palhaçada: se as possibilidades são apenas Flamengo, Grêmio ou Palmeiras (já falaram que o Corinthians também teria feito uma proposta pelo jogador), quer dizer que de três clubes, dois estão sendo enrolados; e quem contratar Ronaldinho, não gastará pouco.

E uma coisa é certa: se depois de toda essa enrolação Ronaldinho não vier para o Grêmio, não duvidemos que ele simule lesões às vésperas de partidas em Porto Alegre, para escapar das vaias que inevitavelmente aconteceriam.

Anúncios