O fim de Porto Alegre

Crise no transporte público, calor desesperador… Alguma vez, na história recente, Porto Alegre passou por um momento tão terrível como este?

O problema, amigos, é que como diz o famoso ditado, “nada está tão ruim que não possa piorar”. Pois o prefeito já avisou, no rádio, que a passagem vai subir. Não consigo acreditar que ele já tenha esquecido o motivo pelo qual tanta gente foi às ruas ano passado, então a única explicação plausível é que ele adora ver o povo protestando.

E então, leio uma notícia no Correio do Povo informando que o edital da licitação dos ônibus prevê a extinção do uso de ar condicionado; o aparelho passaria a ser utilizado apenas nos veículos do sistema BRT, que era previsto para entrar em operação até a Copa do Mundo. É que faltou explicar qual era a Copa às empreiteiras: elas acharam que era a de 2078.

Isso, claro, se ainda houver Porto Alegre para sediar jogos em 2078. Pois do jeito que vai, a cidade acaba antes do mandato do atual prefeito, com a população presa em um congestionamento formado por todos os carros que entrarão em circulação devido ao transporte público mais caro e de pior qualidade.

Anúncios

5 comentários sobre “O fim de Porto Alegre

  1. Caro Rodrigo, infelizmente vamos ter esse retrocesso.
    Espero que a nossa câmara e os nossos deputados possam fazer algum barulho pra impedir esse retrocesso histórico do prefeito bananão.
    “Porto Alegrou e vai Porto Alegrar”

    • O grande problema é que o transporte público está nas mãos de gente que não anda de ônibus: queria ver se essa turma tivesse que pegar ônibus e sem ar condicionado lotado às seis da tarde…

  2. Em qualquer cidade civilizada do mundo o transporte público é de qualidade fazendo com que as pessoas naturalmente deixem de usar o automóvel. Além disso, o metrô deveria servir toda a cidade retirando os ônibus do centro. Mas é evidente que os lobbys das empresas de ônibus não quer que isso aconteça. Sinceramente sou pessimista. Quanto ao ar condicionado dos ônibus o poder público entende que quem utiliza esse meio não merece.

Os comentários estão desativados.