A utilidade das árvores

Foto1371a

Em fevereiro, o prefeito de Porto Alegre justificou a derrubada de árvores para alargar uma avenida dizendo que as pessoas “não as utilizavam”. Virou piada na hora.

Uma das utilidades das árvores, como já lembrei naquela época, é proporcionar sombra. Ainda mais nesses últimos dias, em que caminhar pelas ruas de Porto Alegre é um verdadeiro suplício: nada melhor que árvores de copas generosas para ficarmos protegidos do sol inclemente. Afinal de contas, não são todos que podem andar de carro com ar condicionado (aliás, ainda bem, pois se a cidade já está quase parando agora, imaginem se todos andassem de carro).

Mas, um dia o feitiço há de virar contra o feiticeiro: o ar condicionado do carro do prefeito pifará num dia como hoje, e ele ficará trancado no congestionamento em uma dessas avenidas sem árvores que todos acreditaram que melhoraria o trânsito.

Anúncios

4 comentários sobre “A utilidade das árvores

  1. Quanto a utilidade das ‘arvores.
    Como morador da Av. Gastao Mazzeron, informo que as ordens do nosso projeto mal acabado de ditador, o prefeito de Porto Alegre, estao sendo cumpridas `a risca. Quase todas as ‘arvores foram cortadas, as duas que ainda restaram serao cortadas nesta semana. Ou seja, trata-se de um projeto mal acabado de ditador, cujas ordens , independente no grau de estupidez , sao cumpridas! E para completar o primor do nucleo de engenharia da empreiteira responsavel, puseram a calçada de concreto. Imagina neste baita sol, caminhar ao longo dessa obra prima de acabamento(pois acabaram com nossas calçadas) !
    3 vivas para nosso Gestor!
    quanto ao Ar condicionado do carro dele, aplica-se o mesmo remedio de uma lenda urbana aqui de porto alegre.
    Era uma vez um prefeito dessa cidade, la’ pelos idos de 1987/88, decia a rua porto alegre – aquela que liga a Pf. Oscar Pereira a Dr. Carlos Barbosa – naquela ‘epoca nao era asfaltada, entao era um sabao! sempre um carro acabava sentado no banco da pracinha.
    Foi preciso o entao gestor daquela epoca dar uma deslizada la’ do Joao XXIII ate a pracinha pra no outro dia estar asfaltada!
    Conclusao >
    Esse remedio funciona!
    Entao , vou torcer pra que o ar condicionado do carro dessa figura pseudo-folclorica – arriscando – a l’a Janio Quadros, do nosso gestor municipal, venha a sucumbir, deixando-o no mar de suor amargo e sem arvores!

  2. Reparou que nosso prefeito está aproveitando estes dias entre Natal e Ano Novo para dar mais uma enorme derrubada de árvores? Nos caminhos perto da Ipiranga, caminho para a Trein Filho e Bourbon Country, olhe, vi várias indo ao chão sem motivo algum. E não foi só hoje. Ontem e ante ontem também … Pobres árvores. Daqui á pouco cantarão essas árvores, pobres árvores ah se soubessem o que eu sei…

    • Como diria o ex-cantor, digo prefeito :

      Porto Alegre é demais!

      No ritmo atual, periga esse incompetente (o atual) derrubar todas as árvores , cercar a redenção e cobrar ingresso, para a visitação. Com direito a guia dizendo:
      -“Este espécime era da rua Sta Teresiha, extinta no governo Fortunati.”

  3. Eu não saberia identificar quem são esses senhores que são eleitos por nós, digo que ai existe algum mistério. Porque depois eles se viram contra nós praticando vários atos que venha nos prejudicar, precisamente contra a natureza e o meio ambiente.
    Aqui em José Bonifácio (SP) o ex-prefeito Pedro José Brandão dos Reis(Gestão anterior) por pouco não destrói uma praça para abrigar vendedores de cachorro quente: Arrancou algumas árvores, lindas palmeiras e construiu quiosques em alvenaria transformando a praça semelhante a uma vila do interior do Brasil. E agora somos obrigados a suportar usuários de drogas que fazem dos quiosques seus abrigos.

    E o Prefeito atual inerte ainda nada fez para solucionar essa situação bizarra, uma praça bem no centro da cidade sem utilidade para a população.

    Realmente é difícil compreender os gestores públicos: ou são burros ou são bonecos manipulados pelo poder do dinheiro. Sei lá o que pensar dessa gente…

Os comentários estão desativados.