Obrigado, Madiba

Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, ou por sua origem, ou por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se elas aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta.

madiba

Nelson Mandela (18/07/1918 – 05/12/2013)

É difícil encontrar palavras para descrever alguém como Nelson Mandela. Por mais que se escreva, parece pouco. E no dia de hoje, quando ele nos deixou, nem vale a pena escrever muito – por mais que se tenha a dizer sobre uma das pessoas mais importantes da história da humanidade.

Obrigado, Madiba!

Anúncios