Dia 1º dos últimos 31

Ali está o calendário de mesa, herança do meu avô. Todos os dias, a hora de levantar é também de trocar o dia marcado.

Hoje, na hora de trocar a data, lá coloquei o dia 1º. Era preciso também alterar o mês: saiu novembro, entrou dezembro. Mas a tentação de simplesmente “pular” o último mês de 2013 e colocar janeiro era grande. A vontade de que o ano termine logo é imensa.

Mas não adiantaria muito: a correria e a falsidade do final de ano fazem com que eu não goste de dezembro, e em 2014 não será nada diferente – assim como também não foi em 2012. “Antecipar” o fim do ano apenas faria com que o estresse e a hipocrisia se mudassem para novembro.

Anúncios