Montevidéu, uma cidade que dá saudade

Fui (só) duas vezes a Montevidéu. A primeira foi em agosto de 1998, em viagem de intercâmbio escolar: recém o Brasil tinha perdido a Copa do Mundo para a França, e os uruguaios não esqueceram de uma “flautinha básica”, além das já tradicionais referentes à Copa de 1950.

A outra foi em fevereiro de 2006, quando era visível a preocupação dos montevideanos: havia a previsão de um ciclone, seis meses depois de uma tempestade que traumatizou o Uruguai. O vento que presenciamos não foi tão forte quanto o registrado em agosto de 2005, mas foi o suficiente para buscarmos abrigo no saguão de entrada de um prédio na Praça Independência.

Vrc0112

Sete anos e meio separaram as duas primeiras visitas a Montevidéu. Por esta lógica, eu volto lá em agosto do ano que vem. Porém, minhas próximas férias serão em fevereiro, e terei mais uns dias que tirarei em julho para dar os retoques finais em meu trabalho final da especialização. Já tinha tudo certo para ir à Argentina e ao Chile no verão, mas a viagem não sairá mais.

Ainda não redefini meu(s) destino(s) de fevereiro, mas parece que Montevidéu me chama…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

6 comentários sobre “Montevidéu, uma cidade que dá saudade

  1. oi, Montevideo é a cidade mais legal que eu já conheci. Entre o Mercosul, acho que é a que mais me encanta.
    A Rambla é o lugar mais agradável aos olhos e o Mercado del Puerto tem o melhor almoço do mundo.

  2. Pingback: Sul 21 » Montevidéu, uma cidade que dá saudade

  3. Infelizmente, só fui uma vez a Montevidéu. lá pelo distante ano de 1998.
    A cidade me encantou com seu aparato gastronômico, belas praias de rio e imensas livrarias, algumas abertas noite adentro.
    O povo uruguaio é cordial e gerou grandes nomes da cultura como Eduardo Galeano e Mario Benedetti.
    Uma estada que pretendo repetir, sem dúvida.

    Ricardo Mainieri

  4. A cidade exala eternamente um aroma de Parrilla nas noites frias de inverno e aos domingos pela manhã.
    Montevidéu é uma Porto Alegre que deu certo.
    Uma cidade que POA tenta imitar, mas que nunca irá conseguir.

  5. É um encanto de cidade. Muitas árvores, prédios preservados e os hermanos, realmente irmãos. Montevidéu me lembra Porto Alegre, na sua neblina, nos passeios e praças lindos. O céu bem azul e as livrarias maravilhosas.

Os comentários estão desativados.