R$ 92 mensais para ficar atrás do gol: Arena, te vejo pela TV

Sexta-feira, o Grêmio anunciou o “plano de migração” dos sócios, do Olímpico para a Arena. Os associados terão seus direitos garantidos no novo estádio, mas pagando mais caro. Os setores mais “baratos” ficarão atrás da goleira no lado norte: R$ 92 mensais no primeiro e quarto anéis.

É verdade que hoje em dia a mensalidade já está em R$ 86, mas posso ficar em qualquer ponto do anel inferior do Olímpico (para ir no anel superior, onde ficam as cadeiras, é preciso comprar ingresso ou locar cadeira). Na Arena, só atrás do gol, e se for para ficar mais perto do campo, terei de ir na Geral, onde não haverá cadeiras.

Agora, se na Arena eu quiser ficar na mesma posição que no Olímpico, o que acontecerá? Terei de desembolsar entre R$ 220 e R$ 269 todo mês. Valor absurdamente inviável. Para terem uma ideia, não paguei isso de luz nem em fevereiro passado (mês em que mais senti calor na minha vida, o que me fez ligar muitas vezes o ar condicionado).

Apesar de achar abusivos os últimos aumentos nas mensalidades, segui pagando, inclusive este ano, por saber que o Olímpico está com os dias contados. Em 2012, posso ir a todos os jogos por R$ 86 mensais: como em média são quatro partidas como mandante por mês, isto equivale a R$ 21,50 a cada jogo. Some-se a isto as despesas com deslocamento (muitas vezes vou e volto a pé ou de carona) e “com a barriga” (cerveja antes do jogo, água no estádio e vez que outra umas pipocas), e temos um gasto de aproximadamente R$ 28 por partida.

Na Arena, o valor da mensalidade mais barata (R$ 92) dividido pelo número de jogos em cada mês ficará em torno de R$ 23 (para ficar apenas atrás do gol). Não terei mais como ir a pé, assim precisarei pegar ônibus ou trem: só isso já eleva o gasto por partida a quase R$ 30 (se o apito inicial for no estúpido horário das 19h30min durante a semana, talvez seja preciso pegar táxi para chegar a tempo: lá se vão uns R$ 20 só de ida ao estádio). Somemos as “despesas com a barriga”, e gastarei bem mais que R$ 30 por jogo.

Aí penso que, se assistir ao jogo em casa ou mesmo no bar, o gasto já é bem menor. Quando vejo no bar, desembolso em torno de R$ 12 com cerveja e lanche, e acaba sendo este o meu custo com a partida. Com a vantagem de estar bem perto de casa. Ou seja: se fosse pensar somente “com o bolso”, já tinha deixado de pagar as mensalidades e passado a assistir aos jogos no bar. Como já falei, não o faço porque quero curtir o Olímpico o máximo possível em seu último ano. Mas também porque sei que a torcida faz, sim, a diferença quando o Grêmio joga em casa. O Tricolor precisa de nós, assim como nós o amamos e queremos ajudá-lo.

Agora, na Arena, será totalmente diferente – ou, para usar a palavra que está na moda, “diferenciado”. Mais do que um estádio para torcer, é para “dar lucro” – e antes fosse apenas para o Grêmio. Privilegiará aqueles que costumam mais assistir do que torcer; só ver o que acontecia no Olímpico quando o “povão” conseguia frequentá-lo: era o anel inferior (ingressos mais baratos que nas cadeiras do andar de cima) que mais “rugia”, intimidando os adversários. Tanto que quando fui pela primeira vez nas cadeiras, na hora que o árbitro não marcou um pênalti para o Grêmio comecei a gritar o tradicional “feira da fruta” e depois percebi que mais ninguém à minha volta xingava o juiz. E serão estes “quietos” os que ficarão mais perto do campo: cadê o “caldeirão”?

Assim, será não sem dor no coração, que deixarei de ir aos jogos do Grêmio assim que o Olímpico não for mais nossa casa. Passarei a fazer igual ao Natusch: assistirei ao Tricolor no bar (afinal, não deixarei de ser gremista, só não terei condições de frequentar a Arena “padrão FIFA”) e, se tiver vontade de ir a um jogo, os estádios de clubes menores – que ao menos seguirão tendo cara de estádio – serão meu destino.

Anúncios

6 comentários sobre “R$ 92 mensais para ficar atrás do gol: Arena, te vejo pela TV

  1. Perfeito acho que você coloca o sentimento dos sócios,mas mesmo assim vou testar pagando na Arena da OAS os R$ 120,00 se os 33,59% for o aumento projetado para 2013.O que não acredito com esta Diretoria safada.

  2. Esperei tanto e, mesmo imaginando que os custos seriam maiores, não pensei que um sócio proprietário de anos, sem falhas no pagamento, seria tão desrespeitado.
    Mandam o sócio que fica ao lado do campo para trás das goleiras e têm a cara de pau de dizer que os direitos foram mantidos?
    O esforço da diretoria para tornar a torcida do aterro a maior e para acabar com os sócios, é enorme e estão começando a ter exito.
    Abraço

  3. Na boa, vai me desculpar mas não concordo com a tua linha de raciocínio. Da maneira que tu está falando, é óbvio que ficar em casa é mais barato.
    É o mesmo que dizer, ahh o cinema é muito caro, se eu vou, gasto em deslocamento, ingresso, pipoca e bebida. Se eu esperar passar na Tela Quente não gasto nada. Na boa, pensamento pequeno é pouco.
    É obvio que os preços seriam outros, pois realmente o estádio será completamente diferente. Tem preços para agradar a todos. Quem não pode ir em muitos jogos, que fique na modalidade sócio torcedor, pagando os R$ 45,00 por mês e tendo prioridade na compra do ingresso no lugar que quiser do estádio. Simples.
    Fui no ultimo GreNal (no beira rio) e o preço do ingresso para UM UNICO que paguei, foi de R$ 80 reais. Isso mesmo. 80 reais para UM jogo em um lugar sem cadeira, atrás do gol e em um estádio pela metade.

    Se for pra ter esse pensamento simplista de “ficar em casa é mais barato” e sair fazendo esse tipo de campanha é contribuir com alguma coisa, prefiro ficar de fora dessa luta.

  4. Concordo em partes com a analise, agora o que me intrigou foi a parte:
    “Aí penso que, se assistir ao jogo em casa ou mesmo no bar, o gasto já é bem menor. Quando vejo no bar, desembolso em torno de R$ 12 com cerveja e lanche, e acaba sendo este o meu custo com a partida”.
    Onde que você encontra cerveja mais lanche por r$12,00…. exagerou né?!

    • Exagerei nada, é o que gasto no bar defronte à minha casa. Quando vou sozinho, geralmente tomo uma cerveja (vou ver o jogo, não me embebedar) e como uma torrada ou um cachorro quente. R$ 12, vamos combinar, é até CARO.

Os comentários estão desativados.