Um pedido especial

Já cansei de dizer que não gosto de Natal. Portanto, me poupem de mensagens natalinas, de desejos de “muita saúde, paz e felicidade” (não estou de aniversário) etc. Além de ser ateu, não sou dono de nenhuma loja, ou seja, não vejo sentido algum em tanta comemoração.

Sou, sim, “rabugento”. Muito melhor do que fingir ser o que não sou.

2 comentários sobre “Um pedido especial

  1. Nao eh uma gafe desejar feliz natal para um judeu? Pq o ateu tem q ficar quieto? Os nao cristaos reagem na hora… e a gente tem q pedir desculpas…

    • Perfeito, Nara.

      Algo que noto: o ateu é visto por um religioso como “alguém que precisa ser convertido”. Em geral, o religioso tolera mais quem segue outra religião, do que aquele que não segue nenhuma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s