A comida como mercadoria

O Dia de Ação dos Blogs 2011, ao invés de acontecer no já tradicional 15 de outubro, este ano passou para o dia 16 – provavelmente por conta do #15O.

Desta vez o tema é “comida”, e por isso lembrei – e decidi compartilhar com os leitores – o excelente documentário Food inc. (Comida S/A), que analisa a produção industrial de alimentos. Cada vez mais, o que está em nossa mesa é menos nutritivo e mais lucrativo (para os fabricantes, é claro).

Anúncios

2 comentários sobre “A comida como mercadoria

  1. Cara, vc lembra do Toddynho detergente? Do Baconzitos de Rato (famoso ratozitos)? Eu defendo a tese de que é mais honesto se vender o Toddynho com o detergente e o baconzitos com o rato do que com suas substâncias originais.

    O detergente e o rato são uma prova de que o verdadeiro podre é o produto originial, pois é ele que, apesar de seu gosto bom, tem em toda sua fabricação a exploração de trabalhadores, a autoridade do patrão, a espetacularização da mercadoria e etc.

    Fiz isso neste post e defendo também em relação ao próprio Rafinha Bastos (sempre ele) e toda a investida conservadora. Creio que ele é o sinal de que o problema real é a democracia liberal:
    http://cabanadeinverno.wordpress.com/2011/10/15/facebook-pedofilia-falsos-protestos-e-alarmismo-liberal/

Os comentários estão desativados.