Mais um dia de chuva

Charge do Kayser (2005)

E aquele ponto do corredor de ônibus da Osvaldo Aranha, claro, continua lembrando a superfície da Lua.

Verdade que a cratera de sexta, que poderia muito bem detonar a suspensão de um ônibus que não passasse bem devagar, parece ter sido tapada (não deu para ver asfalto, pois tinha água). Quando os coletivos passavam ali hoje, não “afundavam”. O problema são todos os outros buracos, que apesar de não serem tão fundos, acumulam bastante água. Muitos já estavam lá na sexta, outros surgiram depois, provavelmente devido à chuva de hoje (já que sábado não choveu, e ontem foi pouca).

E tem previsão de chuva até quinta…

Anúncios