Um erro justifica outro?

Para o presidente do IBAMA, Curt Trennepohl, sim.

Em entrevista para o programa australiano 60 Minutes (que fez uma matéria sobre Belo Monte), Trennepohl demonstrou seu desprezo pelos povos indígenas do Xingu, com a desculpa de que na Austrália “se desrespeitou os aborígenes” (o que aconteceu lá foi um genocídio, que dizimou quase totalmente a população original australiana). Questionado pela repórter sobre se iria cometer o mesmo “desrespeito” no Brasil, respondeu três vezes: SIM.

O trecho do qual falo começa aos 2:18 do vídeo, mas vale a pena assistir todo.

Anúncios