O nosso Eyjafjallajökull

Ano passado, quando o vulcão islandês Eyjafjallajökull provocou um caos aos aeroportos europeus, comentei que o Brasil não estava livre de uma situação dessas, visto que vários países vizinhos têm vulcões ativos. Só não imaginava que demoraria apenas um ano…

Também lembrei que era interessante se investir em outras modalidades de transporte, como o ferroviário: embora ir de trem seja mais demorado do que de avião, é mais rápido e seguro do que encarar nossas congestionadas e mal-conservadas rodovias. Sem contar que as cinzas vulcânicas não impedem a circulação dos trens.

Só imagino se a erupção do vulcão chileno Puyehue ocorresse três anos mais tarde, em junho de 2014. Não adiantaria nada usar a desculpa da Copa para que ele parasse de expelir cinzas, de modo a permitir as viagens aéreas das seleções.

Anúncios

Um comentário sobre “O nosso Eyjafjallajökull

  1. Pingback: O mito do inverno com neve no Rio Grande do Sul « Cão Uivador

Os comentários estão desativados.