Ronaldinho jamais será Renato

Confesso já estar com nojo desta negociação com Ronaldinho. Fosse eu o presidente do Grêmio, já tinha mandado ele e seu empresário-irmão irem pastar – e já que o negócio é mídia, teria convocado uma coletiva para dizer isso.

Como pessoa, gosto mais de Maradona do que de Pelé, mas ontem o Rei falou muito bem: “se o Ronaldinho ama o Grêmio, podia jogar lá de graça” – em 1974, Pelé abriu mão de receber salários do Santos, que enfrentava crise financeira.

Ora, Ronaldinho é milionário. MILIONÁRIO. Se tem algo que ele não precisa, é receber salário astronômico. Bastaria um acordo para que recebesse parte dos lucros decorrentes das vendas de produtos relacionados a ele, que ganharia muito… Por que essa novela toda?

Tudo isso só mostra que, mesmo que Ronaldinho venha para o Grêmio, não vai ter jeito: por mais que ele marque gols, faça jogadas de efeito… Nunca será um ídolo como Renato.

Pois Ronaldinho foi o melhor do mundo, ganhou muitos títulos. Mas tudo isso longe do Grêmio (onde conquistou só a Copa Sul e o Gauchão, em 1999). Renato foi campeão da América e do Mundo em 1983, jogando pelo Grêmio.

E mesmo que Ronaldinho acabe (se é que virá) conquistando a América e o Mundo pelo Grêmio em 2011 (aliás, boa lembrança: temos uma Libertadores pela frente, importante demais para ficarmos nessa porra de “leilão” por um jogador), jamais ocupará o lugar de quem é, por direito divino (neste caso, derivado de merecimento), o maior de todos no coração dos gremistas.

DÁ-LHE, RENATO!

Anúncios

9 comentários sobre “Ronaldinho jamais será Renato

  1. Acredito que o Ronaldinho, por ele mesmo, jogaria no Grêmio. Aquela breve declaração que ele deu ao globoesporte.com (“por mim já estava usando a camisa do Grêmio”) foi dada de surpresa, não me parece uma dissimulação. Acho que quem realmente segura a onda e promove o leilão é o Assis – até porque, se a gente buscar alguma informação no meio da montanha de boatos, vai ver que o contrato gremista não é tão sólido quanto Odone e Vicente Martins gostam de dizer que é.

    Antes, eu não queria Ronaldinho aqui, por antipatizar com ele – mas admitia a necessidade de negociar, já que um atleta com o talento dele não se vê todo o dia dando sopa por aí. Era obrigação do Grêmio tentar. Agora, eu só quero que essa palhaçada acabe logo, e de repente é até melhor que o jogador vá mesmo para a Gávea e nos deixe em paz. Tenho dúvidas cada vez mais sérias quanto ao benefício que essa história toda (e que a presença de um jogador que nunca é visto em atividade física que não envolva uma casa noturna) pode nos trazer.

  2. RENATOOOOO, FALAAAAA, quando vocçê fica calado, me assusta.
    Diga que quer o Ronaldinho, e eu aprovo, diga que não e eu aprovo.
    Ronaldinho é isso, somente tua escolha. Tu sabes o que queremos. Tu estas aqui para conquistar novamente o que sempre foi seu de direito: o orgulho de ser gremista, lembra, depois de jogar pelo flamengo e eles te adorarem? Mas faltando quatro minutos para o final da partida, Aílton fez boa jogada e bateu para o gol. A bola escorou na tua barriga e tomou a direção do go? Ehehehehe.
    Sempre disseste que o grêmio morava em teu coração, e eu digo, que venha ronaldinho, que não venha, somente tu sabe o lugar dele aqui no nosso gramado!
    Fala Renato, pois tua palavra sempre é a favor do grêmio, quando existe a oportunidade.

  3. Porra, a gente passa anos ensinando os filhos sobre como agir, sobre o valor da palavra dada, sobre o CARÁTER que uma pessoa deve ter e vem um guri de merda sem a menor consciência ética dar um contraexemplo nacional, internacional. E vai ser objeto de festa e vai seghuir sendo um exemplo de pessoa talentosa e bem-sucedida.

    Eu não queria R. no Grêmio, pois sou colorado e ele é um grande jogador. Mas o formato da coisa toda me enojou profundamente.

    Vcs devem cobrar do Odone uma declaração: “não queremos esse guri de merda, com atitudes de mau caráter, que engana todo mundo mesmo sendo um milionário”. E ponha-se no index do Grêmio, pois é um legítimo e acabado filha-da-puta.

    Há a disputa entre nossos times e quero que o Grêmio afunde, mas há valores mais altos que foram ignorados.

    Podia seguir escrevendo, mas acho que fiz-me entender. Tenho pouca vontade de tirar sarro da cara de vcs.

  4. “Fosse eu o presidente do Grêmio, já tinha mandado ele e seu empresário-irmão irem pastar – e já que o negócio é mídia, teria convocado uma coletiva para dizer isso.”

    Certo que o Odone leu isso, hehe… :P

  5. É… parece que o Grêmio segue o lema “craque: nem pensar!” KKK
    E pensar que fui corneteado por alguns amigos por uma contratação que acabou não acontecendo. Vou ter que indicá-los um urologista para tratar ejaculação precoce… KKK

    “No Beira Rio, recolhemos os equipamentos quando a festa termina, nunca antes do início!”
    – Jorge Avancini, diretor de marketing do Inter.

  6. Como colorado, posso ser visto com desconfiança pela torcida tricolor. Quando declarei que a derrota (vexame) para o Mazembe foi benéfica para o Inter, porque este corria o risco do oba-oba e até rebaixamento em 2011 por conta da euforia excessiva (vide 2007 pós conquista do mundial), fui acusado pelos amigos gremistas de tentar justificar a derrota.
    Pois bem, agora faço a mesma coisa em relação ao arqui-rival. A não-vinda de Ronaldinho, patrocinada pela vexaminosa negociação do “Odono do Grêmio”, acabará por ter sido benéfica para o time da Azenha, tendo em vista tratar-se de um ex-atleta, que abdicou de jogar futebol nos últimos 5 anos. A única coisa que o irmão de Assis traria ao seu ex-clube, do qual já saiu a 10 anos da forma que saiu, seria a desagregação total do seu grupo de jogadores. Justo agora que o Grêmio parece ter acertado o time, este “traíra” apenas iria desestabilizá-lo por conta de suas mordomias e alto salário.
    Por isso digo aos adversários que não devem lamentar e sim comemorar a notícia de hoje.

  7. Como gremista me sinto aliviado de estar livre dessa corja 171 Moreira. Mas que o PAulo Odone é um fraco, isso ninguém nega. Agora vá ele moivar a torcida. Grêmio terminou o ano por cima. Não precisava lamber as botas d prole da Migué-lina. MAs a arrogÂncia do gordo-fraco falou mais alto. Deveria saber que Assis carregará para sempre a culpa e o ódio pelo Grêmio, que lhe presenteou uma casa com piscina, na qual, misteriosamente, o pai da chusma morreu afogado.
    RS livre dessa laia! Fiquem no Rio, em SC, na puta que os pariu…

  8. Interessante a tentativa da mídia de culpar apenas o Assis e Ronaldinho pelo fracasso nas negociações.
    Tudo, pelo que se percebe, por acreditarem piamente no que diz o Odone e seu grupo.
    Ora, quem acreditaria que o Odone seria “ingênuo” e cairia como “pato” no lenga-lenga do Assis?
    Odone é uma raposa da política, deputado apoiador da ex-governadora, do Antonio Brito e que sempre aparece como “bom moço”. Será que os gremistas são cegos?
    Não foi o Odone quem tentou colocar o Brito na presidência do Grêmio via “tapetão”?
    Tirando a paixão de lado, cabe fazeres uma análise de tudo o que aconteceu e por que motivos o Odone deixou a Globo gravar sua preleção aos jogadores para falar na chegada do Ronaldinho, porque ele mandou colocar caixas de som no Olímpico, ou acreditam que ELE não sabe TUDO o que se faz no Grêmio?
    Será que ele ainda irá concorrer à prefeitura, como se andou falando?

    • `…só que não é só o Gremio que esta reclamando da mesma coisa…o Palmeiras também, engraçado né…dois clubes reclamarem da mesma coisa e a culpa não ser dos Assis Moreira, concordo com quem escreveu que se leva muito tempo para ensinar ética aos filhos e vem um guri e detona com tudo em rede nacional e ainda é festejado…bom carater ali, passou longe.

Os comentários estão desativados.