Estou morto, velado e enterrado!

Naquele texto de domingo sobre a ideia de se fazer uma “retrospectiva chargística” do (des)governo Yeda, eu disse:

E isso que desconsiderei as charges que poderão ser feitas até 31 de dezembro, pois como nos restam vinte dias de Yeda no Piratini, nesse tempo ainda pode acontecer algo digno de ser satirizado.

Pois é…

Anúncios

13 comentários sobre “Estou morto, velado e enterrado!

  1. A propósito: alguém estará em Porto Alegre dia 1º de janeiro, pra dar adeus (e até nunca mais!) pra Yeda?

    Uma boa ideia é usar a típica indumentária gaúcha nesta data tão importante: PANTALHA! :P

  2. Pingback: Tweets that mention Estou morto, velado e enterrado! « Cão Uivador -- Topsy.com

  3. Eu também estou muito contente que o desgoverno Yeda está chegando ao fim. Mas precisamos estar atentos para saber se o programa neoliberal que ela defende também será enterrado junto com o seu desgoverno ou se o novo governador não tem uma quedinha por ele.
    O Tarso já falou em Reforma da Previdência e meritocracia ambas medidas que certamente terão os votos favoráveis do PSDB, do DEM e do PPS, pois faz parte do programa deles também.

  4. Final de governo, ao estilo “Sem Destino”…

    * Filme Sem Destino (Easy Rider, 1969).
    Em 27 de setembro de 1967, Peter Fonda estava descansando num hotel em Toronto, Canadá. Acendeu um baseado e ficou olhando uma foto de The Wild Angels (1966), que o mostrava junto a Bruce Dern em frente a duas motocicletas. Ali, sob o efeito da marijuana, começou a nascer na cabeça do filho de Henry Fonda, irmão de Jane, um pequeno filme de estrada, que mudaria Hollywood para sempre, sintetizando os medos e as esperanças dos anos 60.

    Dois motoqueiros hippies viajando pelos Estados Unidos de motocicletas em busca de uma grande partida de cocaína. “Eu e o Dern seremos os caubóis modernos”, delirou Peter entre as fumaças do baseado. No lugar de John Wayne ou Gary Cooper, ali estavam eles, vivenciando plenamente a liberdade na estrada.

    A estréia de Easy Rider em Cannes, em 13 de maio de 1969, foi recebida com um silêncio atônito, seguido de uma ovação de pé. Não ganhou a Palma de Ouro, mas Hopper foi considerado o melhor diretor novo. Recebeu duas indicações para o Oscar, nas categorias de melhor ator coadjuvante (Jack Nicholson) e melhor roteiro original. A crítica ficou encantada. Era o começo de um novo cinema americano. Lee Hill comenta: “Sem destino mostrava não só onde o Paraíso e o Inferno podiam estar, como também, mais dolorosamente, onde a Queda havia começado.”

  5. Ridícula até ao fim. Pode ser que ela consiga comprar uma Mercedes como comprou a casa..Já vai tarde demais.

  6. O que significa o Papai Noel no banco traseiro?
    Será que querem estragar até os sonhos das crianças?

  7. Pingback: Conforme a previsão… « Cão Uivador

  8. Gente, ela está deixando 3,6 bilhões em caixa….Porque não pagou as precatórias????
    Lindinha ela de carrão…Sra ex governadora o magistério anda de ônibus…Novo governador lembre-se, professoras pobres, ensino pobre….Converse com o magistério, não faça como a Yeda que tirou dinheiro do Cpergs…Cuidado os cupins dona Yeda….

  9. Pingback: A possível volta de Ronaldinho ao Grêmio « Cão Uivador

  10. Pingback: (Des)governo Yeda se supera a cada dia « Cão Uivador

  11. Pingback: Finalmente, o fim « Cão Uivador

Os comentários estão desativados.