A “guerra do Rio”

Nada escrevi sobre a violência no Rio de Janeiro nos últimos dias, simplesmente porque não significa nada de novo. E infelizmente, não irá acabar de uma hora para a outra – até porque também não foi “do nada” que ela surgiu, e sim da desigualdade social no Brasil, que no Rio é muito visível.

Como diz o ditado, “uma imagem vale por mil palavras”; então troco três mil palavras por três cartuns de Carlos Latuff.

Anúncios

Um comentário sobre “A “guerra do Rio”

Os comentários estão desativados.