Como seria o Brasil governado pelo PSDB

É um exercício de imaginação da Mari Moscou, mas baseado na experiência dela, cujo Estado (São Paulo) é governado há 16 anos* pelo PSDB.

No Brasil Governado por Serra e Alckmin…

… O governo continuaria comprando livros didáticos mas contrataria uma empresa privada que vende métodos de ensino para orientar as aulas. Por conta disso, tentaria se reeleger dizendo que gastou mais com educação.

… Os índices brasileiros da educação despencariam de vez e só seriam contratados professores e regime de trabalho temporário. Quando os professores exigissem melhores condições de trabalho, seriam massacrados pelo exército, exatamente como nos tempos da ditadura militar.

… O governo, com a desculpa de melhorar o nível da educação e dar instrumentos aos professores, faria um covênio sem concorrência com a Editora Abril para que as revistas de educação desta, como a “Nova Escola” fossem compradas em massa e enviadas a todos os estabelecimentos escolares. Outras revistas que o governo considerasse importante para a formação de recursos humanos no funcionalismo público também seriam compradas, como a Veja, tirando finalmente a Editora Abril da miséria. O mesmo aconteceria com jornais de grupos aliados como o Globo, o Estadão ou a Folha, que também evitariam sua falência.

… As universidades federais todas teriam suas contas transferidas a um banco privado com convênio com o governo (tipo o Santander) e todos os processos de pagamento teriam de ser feitos através deste banco, inclusive a compra de refeições nos restaurantes universitário (bandejões) que só poderia ser realizada depois de apresentado um comprovante de depósito EM CAIXA (envelope ou internet não valem) do valor a ser comprado em tickets ou inserido num cartão universitário chipado produzido por uma empresa privada em convênio com o governo.

E o trecho acima é apenas o começo dos absurdos – tem mais, muito mais…

————

* 16 anos? Lembram que certos direitoscos falavam que Porto Alegre tinha virado “uma ditadura” porque o PT tinha passado 16 anos na prefeitura? E agora nada dizem sobre São Paulo… Em Porto Alegre sequer houve candidatura à reeleição de um prefeito petista – o único que tentou foi Raul Pont, derrotado nas prévias de 2000 por Tarso Genro.

Anúncios

Um comentário sobre “Como seria o Brasil governado pelo PSDB

Os comentários estão desativados.