A última da “fábrica de correntes”

Agora, os direitoscos resolveram inventar uma “pesquisa imparcial”, já que as divulgadas na televisão são “manipuladas pelo governo”.

A minha mãe recebeu essa de uma amiga, e respondeu: “nunca vi pesquisa tão mal-feita”. Ela me repassou, para que eu pudesse ver o que era…

Simples: uma página onde se pode votar só uma vez (diferente de muitas enquetes). Cliquei no Plinio, e depois apareceu o resultado na tela: Serra na frente, com mais de 60%.

É “prova de que as pesquisas na televisão são manipuladas pelo governo”? Claro que não! As da TV podem não ser corretas – como já vimos muitas vezes – mas essa da internet, por favor… É muito fácil fazê-la favorecer o candidato do PSDB: como quem repassa isso é quem vota nele, certamente repassa para um monte de gente que também vota nele. Barbada!

Anúncios

13 comentários sobre “A última da “fábrica de correntes”

  1. Oi, tudo bem?
    Estou aqui não para falar de politica, mas da falta de respeito que acontece em todos od jogos do Gremio fora de Porto Alegre!!! Acho uma baita falta de respeito o que a “torcida” do Gremio faz com o hino Nacional, que isso cara!!! Isso fere os gremistas que não são gaúchos( eu sou um deles)!
    Será um fardo muito grande ser brasileiro??? Odeiam o País?? Não entendo meu, pra que fazem isso??? Só demonstram que gremista é bairrista e separatista, coisas que o meu Gremio não é!!!!
    Desculpa o desabafo, mas a 6º maior torcida do BRASIL tem que parar com isso!!!
    Queima os gremistas de todo o Brasil como separatistas!!!
    Que pena!!!!

      • Este é um dos motivos pelos quais o Inter é visto com mais simpatia pelo resto do país!
        O Inter nunca desdenhou o Brasil e nem o futebol brasileiro, nunca falou em “alma castelhana” e coisas do tipo.
        Aliás não entendo porque tamanha veneração do futebol argentino e uruguaio se os dois juntos ganharam menos Copa do Mundo que o Brasil sozinho.

        • “Aliás não entendo porque tamanha veneração do futebol argentino e uruguaio se os dois juntos ganharam menos Copa do Mundo que o Brasil sozinho.”

          Tá, então parem de idolatrar o Guiñazu…

          E não é o GRÊMIO que desdenha o futebol brasileiro, e sim, uma parte da torcida. Aliás, pequena parte.

          • O Guinazú e o Dalessandro são idolatrados porque jogam alguma coisa e não porque são argentinos. Senão o Pato Abondanzieri seria ídolo da torcida! KKK

  2. Nos jogos em Porto Alegre também cantam o hino Rio Grandense em cima do Nacional? Ou somente em jogos fora de casa(outro estado)?

    • Nos jogos em Porto Alegre também – aquela parte, como eu disse. Pior é que já ouvi falarem na rádio disso, dizerem que é uma falta de educação, mas de nada adiantou.

      Sinceramente, acho que não deveriam ser executados hinos antes de jogos entre clubes (visto que muitos deles tem estrangeiros nos times), mas já que é lei e eles são tocados, é preciso haver respeito. Acho que só vão parar de cantar o Hino do RS na hora que tocam o Nacional no dia em que o Grêmio acabar perdendo o mando de campo por conta disso (e não é de se duvidar que isso venha a acontecer), o que é uma pena: a falta de educação de parte da torcida irá prejudicá-la por inteiro.

  3. O Uncle Fester já aparece com 62% agora. A Marina com 23%, a Dilma com 9% e o Ey-ey-eymael com 2%.

    Cada uma que me aparece…

    • Era exatamente os mesmos percentuais de quando eu “votei”.

      Olha, não é de se duvidar que, por mais que votemos em outros candidatos, os números continuem iguais…

  4. Pingback: Me antecipando a ela « Cão Uivador

Os comentários estão desativados.