“Dia sem Globo”? Para mim é BARBADA!

Surgiu no Twitter a campanha #umdiasemglobo, para que o jogo Brasil x Portugal, amanhã às 11h, seja assistido em qualquer emissora que não seja a Globo, por conta da campanha desta contra Dunga.

Se tem algo que faço muito pouco, é assistir televisão. Principalmente de 2004 para cá: no meu primeiro ano na faculdade de História, a maior parte do tempo em que eu estava em casa era dedicado às intermináveis leituras (já que eu não estava habituado a ler tanto em pouco tempo). Quando comecei a “pegar o ritmo”, e também a fazer várias cadeiras eletivas (nas quais a leitura era bem mais prazerosa, mesmo que de textos grandes), o tempo que “sobraria para a televisão” passou a ser ocupado pela internet, onde há muito mais diversidade de informação – e com bastante qualidade.

Basicamente, posso dizer que assisto televisão apenas para ver futebol, e eventualmente, a entrevistas, filmes e documentários que passam nela. Noticiários, só os vejo quando almoço na casa da minha avó, onde a mesa fica na sala – assim como a TV. Do contrário, praticamente os ignoro. Não tenho saco para ver um monte de bobagens enquanto não mostram as notícias realmente importantes. Prefiro me informar pela internet.

Ou seja, amanhã não será “um dia sem Globo” na minha vida. Será apenas mais um.

Mas digo uma coisa: se não assistir o jogo na Globo pode servir para demonstrar “a força do Twitter”, também é certo que o “dia sem Globo” não mudará nada.

O porquê de meu “ceticismo” (se é que podemos chamar assim)? Justamente porque mesmo que muita gente assista ao jogo em outro canal (e por favor, o Sportv não vale, já que é da Globo!), como a ESPN Brasil (para quem tem TV a cabo) ou a Bandeirantes, isso apenas vai diminuir a audiência da Globo durante o jogo. Todo mundo que vai pôr na Band ou na ESPN Brasil para ver Brasil x Portugal, deixará sua televisão sintonizada em outro canal (ou desligada) na hora daquela bosta de novela?

Se queremos realmente mudar as coisas e fazer a Globo “sentir no bolso” (afinal, é dinheiro o que importa para ela), é preciso continuar a não assisti-la.

E vou além: se queremos “acabar com a baixaria e a manipulação midiática”, de nada adiantará trocar a Globo pela Band (esqueceram que o Boris Casoy é de lá?) ou pela Record. O negócio é assistir à TV Brasil (que por ser pública, não tem como preocupação maior o índice de audiência), ou desligar a televisão.

Anúncios

2 comentários sobre ““Dia sem Globo”? Para mim é BARBADA!

  1. Pingback: Tweets that mention ultimas Cão Uivador: “Dia sem Globo”? Para mim é BARBADA! -- Topsy.com

  2. Que nenhum tapado invente de boicotar a Globo assistindo pelo Sportv hein? KKK

Os comentários estão desativados.