Novela Tricolor

Eu gostaria muito de ver Paulo Autuori treinando o Grêmio. Logo que se demitiu Roth, começou-se a especular a contratação de Renato Portaluppi, opção preferida da maioria da torcida devido a seu histórico glorioso no Tricolor e também por seu perfil motivador. Porém, ele ainda está longe de ser um bom treinador, como a sua própria trajetória em 2008 mostra: foi à final da Libertadores com o bom time do Fluminense, mas após a derrota não conseguiu motivar o grupo para reagir no Campeonato Brasileiro e acabou demitido; já treinando o fraquíssimo time do Vasco, acabou rebaixado.

Porém, já está demais essa espera por Autuori. Celso Roth saiu no dia 6, e vinte dias depois o Grêmio continua sem técnico. Quando a direção demitiu Roth, imaginei que já tivesse algum outro nome encaminhado – afinal, quando Mancini foi demitido, em fevereiro de 2008, provavelmente já tivesse sido feito algum contato com Celso Roth, que foi anunciado em seguida.

Claro que o erro maior nem é o atual – de demitir Roth e ficar tanto tempo sem anunciar um substituto efetivo (interino não vale). A grande cagada, como todos sabem, foi a absurda renovação com Roth por 200 mil mensais. Quando poderia ter sido contratado um outro treinador para iniciar um novo trabalho – bem melhor do que começar tudo de novo em maio, e em meio a uma competição importantíssima como a Libertadores.

Autuori só se liberaria em 20 de maio, quando o Grêmio poderá tanto estar nas quartas-de-final como eliminado da Libertadores (espero que não!). Vale a pena esperar tanto (e sem garantias de que ele virá)? Ou será melhor efetivar Marcelo Rospide e “vamos ver o que acontece” (copiando a frase dita pelo meu amigo Marcel antes de cada chute a gol nos jogos de botão – e o pior é que ele fazia um monte de gol!), já que as cagadas anteriores não têm como serem desfeitas?

Só sei que do jeito que as coisas vão, a “notícia” abaixo que peguei do Kayser poderá se tornar realidade…

Clique para ampliar e repare na data do "jornal"...
Clique para ampliar e repare na data do “jornal”…
Anúncios

6 respostas em “Novela Tricolor

  1. Cara, na minha modesta opinião, várias foram as cagadas da direção gremista. Começou lá atrás, quando demitiram o Mancini do nada. Olha onde ele está agora – depois de ter sido campeão da Copa do Brasil com o Paulista, o que para o Grêmio parecia ter sido um lance de sorte, pegou um Santos desacreditado e o colocou na final do Campeonato Paulista, o estadual mais difícil do Brasil.

    Depois, renovaram com o Roth por essa pequena fortuna que tu citou – não digo que o técnico deveria ser trocado, apenas que a direção não deveria ter dado um aumento tão significativo pra ele. Por último, a demissão do Roth, por causa da campanha no Gaúchão – que parece ter importância apenas conveniente para o Grêmio -, sendo que ele deixou o Grêmio quando o time estava em primeiro na Libertadores. Agora, o time provavelmente vai terminar o primeiro turno em primeiro na classificação geral (por conta muito mais do grupeco em que entrou do que por mérito do técnico interino) e vai parecer que a direção fez a coisa certa.

    Não sei não, mas o tempo vai cobrar essas – e outras – cagadas da direção gremista…

  2. Posso estar errado mas ao meu ver não estava nos planos da direção demitir o Roth. Só o fizeram pq houve pressão forte da torcida q promoveu quebra-quebra depois do último Grenal. Curiosamente, os mesmos q desdenharam o Gauchão, derrubaram o Roth por causa dele.

    Acho q estão esperando pelo Autuori. Seria demasiado arriscado apostar em um interino em uma competição tão importante. O custo político para a direção em uma provável eliminação seria mto alto.
    Mas da atual direção do Grêmio se pode esperar tudo! Até iludir a torcida com o grande Autuori e manter o interino.

  3. Concordo quando o Rodrigo diz que a maior cagada da direção do Grêmio foi renovar com o Celso Roth por 200 mil porém não podemos deixar de registrar que o mesmo treinador não mostrou-se competente para segurar o titulo estando 12 pontos a frente do São Paulo e entregou de bandeja a taça aos paulistas.No campeonato gaúcho o time fez uma campanha medíocre dando pouco valor ao titulo regional em razão de estar disputando a taça libertadores da américa que sem duvida nenhuma é o grande objetivo do clube.A direção do clube pensou tão “pequeno” que utilizou quase na maioria dos jogos uma equipe praticamente reserva abrindo assim o caminho para o maior rival atropelar os adversários e ter maior facilidade para conquistar o titulo.Celso Roth inventou quando não precisava ao escalar reservas para enfrentar o Caxias na ultima rodada com a certeza de que ganharia o Grupo e seria o primeiro da chave mas o que se viu foi um time sem vontade e perdido em campo deixando o adversário jogar com tranquilidade e facilidade resultando em naturais 4a 0.A conseqüência não poderia ser pior, enfrentamos nosso maior rival já nas quartas-de-final da competição e perdemos o jogo porque mais uma vez a equipe não se portou como deveria e o treinador inventou mais uma vez trocando jogadores quando o jogo estava se equilibrando e a equipe poderia reagir.Moral da história mais uma vez o time perdeu o clássico e com gol do Índio que sempre aparece desmarcado e deixa o seu.Minha preocupação é com o rendimento do time.Será que veremos em campo o Grêmio do Gauchão ou a superação de um time que deseja conquistar mais uma vez América.Paulo Autuori ou Marcelo Rospide?O primeiro tem experiência internacional, está dirigindo um time no Catar que conta com jogadores com passagens importantes por times brasileiros, foi campeão no Japão, dirigiu times brasileiros e conquistou titulos muito importantes como a própria Libertadores e o Mundial de Clubes em 2005 pelo São Paulo.O outro era auxiliar técnico de Roth que foi alçado ao cargo de treinador interino quando o retranqueiro Roth caiu.Com a ajuda do experiente Mauro Galvão conseguiu fazer com que o time joga-se mais solto nos dois ultimos jogos pela Libertadores apesar de estar longe de ser uma equipe competitiva.Porém apesar dos acontecidos e da novela não ter terminado estou confiante de que qualquer um dos dois possa fazer um bom trabalho no comando da equipe e quem sabe chegarmos ao nosso objetivo de sermos novamente campeões da América.Vamos aguardar o desenrolar dessa História.Independente de quem seja o novo treinador uma coisa é clara em meu humilde entendimento futebolistico: uma equipe com as tradições, histórias e cores com a do Grêmio tem que montar um time com o objetivo de conquistar todos os campeonatos porque isso é ser um time grande, um time que pense nos seus torcedores e no seu futuro.abraço a todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s