Nova “política de comentários”

O Eugênio Neves escreveu excelente artigo no Dialógico a respeito do genocídio em Gaza e do tratamento que a direita raivosa vem dando ao assunto em seus “pitacos” nos blogs de esquerda – sempre repetindo as mesmas idiotices. Tem um trecho que acho fundamental:

Em nome do que temos que aturar isso??? Da democracia? Tenho uma opinião muito precisa a esse respeito: não são os nossos blogs que tem de ser democráticos. É a democracia e o acesso universal a Internet que precisam ser garantidos! Ali, todos, inclusive os fascistas que nos brindam com suas asquerosas presenças, podem construir os seus blogs e defender as barbaridades que bem entendem.

Sim, porque eles estão reivindicando, raivosamente, o direito de expressar a sua “opinião”, quando essa “opinião” significa, nada mais, nada menos, que defender a “idéia” de que um povo tem o direito de massacrar outro povo!!! Iremos debater ou pactuar com isso? A que ponto chegamos!!!

Nós, que reconhecemos o genocídio na Palestina, temos deixado clara a nossa posição. Mas também precisamos repensar o acesso de determinados indivíduos aos espaços que mantemos na Internet, a custa do nosso esforço pessoal. Ainda mais, se considerarmos que alguns deles são profissionais remunerados para cobrir a rede de blogs de esquerda com suas interferências, a fim de tumultuar os debates relevantes. Quem duvida disso, é só verificar a quantidade de comentários que alguns deles colocam na rede de blogs.

Esse momento é muito sério, pois além da guerra genocida, também se trava uma batalha de informação. Não podemos ficar tergiversando e aguentando essa verdadeira campanha fascista dentro de nossos espaços, só para parecer que somos tolerantes.

Alguém poderá dizer: mas precisamos saber o que essa gente pensa! E eu pergunto: mas ainda não sabemos??? E se precisarmos saber, é só ir nas suas fontes, sem precisar da intermediação desses garotos de recados.

Claro que ler só o que citei não basta: clique aqui para ler o texto na íntegra.

Em novembro, tomado de indignação pela aprovação na Câmara do projeto Pontal do Estaleiro, decidi censurar um direitoso que se identificava como “Jubão”. Claro que o sujeito achava que se eu não queria o Pontal, devia ir embora para Cuba, que Porto Alegre tinha pego “nojo do PT”, entre outras idiotices. Só voltei atrás devido a um pedido do leitor Jorge Nogueira: ele propôs que, cada vez que o “Jubão” aparecesse, detonássemos ele com suas respostas.

Porém, ao contrário do que parece, permitir a expressão de fascistóides não é bom para a democracia. Justamente porque eles não têm o menor apreço por ela. E não é bom para o debate, visto que por mais que respondamos, jamais a discussão com eles terminará.

E tem mais: como gremista, percebo o mesmo em relação a comentários “pifados” de colorados. Não aqueles de bom senso, mas sim, os que procuram desmerecer o título mundial do Grêmio e acham mais importante disputar a Copa Suruba Suruga do que a Libertadores no ano do centenário.

Assim, a partir de agora passarei a me utilizar mais de meu poder “ditatorial”: a moderação de comentários. Serão permitidos comentários discordantes, mas desde que baseados em argumentação racional – ou seja, que ajudem a qualificar o debate. O mesmo vale em relação aos colorados.

Ofensas, besteiras e “pifações” terão como destino a “lata do lixo”, ou seja, o SPAM.

Peço também que usem endereços de e-mail verdadeiros para seus comentários (os fascistas costumam se esconder sob e-mails falsos), já que eu não os divulgarei jamais. Pois, ao contrário dos vikings do vídeo acima, eu não gosto de SPAM, logo não contribuiria com os que espalham esta praga.

Se o leitor acha que as mudanças no Cão são “ataques à liberdade de expressão” e não tem blog, aproveite para criar o seu então. Nada mais democrático do que ele ter o direito a expressar-se em um blog, e a participar de um debate de bom nível em outros blogs.

E para não dizerem que “não avisei”, deixarei o texto com as novas regras para comentários no menu superior do blog, sempre visível.

Anúncios

4 respostas em “Nova “política de comentários”

  1. Camarada Rodrigo continuo com a mesma opinião com relação aos debates: a direita deve ser debelada e exposta ao ridículo dentro dos marcos da argumentação. O contrário apenas os fará posar de vítimas, sentir q têm razão na sua argumentação, acreditar q ñ temos conhecimentos, q apenas repetimos chavões prontos e reforçará a idéia de q todos os esquerdistas são autoritários.

    Há um tempo atrás em um site de debate enfrentei um direitista mto bem articulado – tanto nas palavras qto no conhecimento – q buscava colar o chavismo no nazismo e à ditaduras e toda aquela balela q sabemos. Ele “fez a festa” por um bom tempo com a sua argumentação no site devido a falta de paciência dos esquerdistas. Durante esse tempo fui estudando a argumentação dele e investigando ainda mais a fundo os fatos. Enfim me fui ao debate de forma paciente. Fui jogando iscas e ele foi caindo em contradição, tanto q chegou um momento em q ele próprio já estava se refutando. A figura ficou um bom tempo sem aparecer e agora qdo aparece sequer ñ repete as ladainhas q por mto tempo lhe foram “gloriosas”.

    Por isso lhe apelo novamente a repensar qq tipo de censura! Temos q usar a força do argumento e ñ o argumento da força!

    Abraço!

  2. Camarada Jorge, entendo tua posição. Não pretendo simplesmente “censurar” qualquer um que discorde de mim, mas sim, aqueles que falam besteiras.
    Como disse um professor da faculdade em uma aula sobre o Holocausto, “não dá para ser tolerante com os intolerantes”. Decidi levar ao pé da letra.
    E como disse o Eugênio no artigo dele, não somos nós que temos obrigação de sermos “democráticos” (e olha que somos). Quem tem essa obrigação moral é a mídia corporativa, que se diz “imparcial” mas não cumpre com sua palavra. Já nós, blogueiros de esquerda, deixamos bem claro de qual lado estamos. Os Jubões da vida não podem falar de “falta de democracia” aqui nos blogs de esquerda: se expuserem argumentos racionais, que sejam bons de serem debatidos, serão muito bem-vindos.
    Sem contar que a Internet é democrática (bem mais que a mídia corporativa), se eles quiserem, podem criar os blogs deles para escreverem o que quiser.
    E, para finalizar, veja que teu comentário é discordante do que escrevi no post, mas tem bons argumentos para serem discutidos. Já o Jubão já deixou comentário no post sobre o PT gaúcho dizendo para eu “ir fumar maconha com a camisa do Che Guevara” (que foi direto para o SPAM). Tá certo, ele se expõe ao ridículo assim, mas o que uma idiotice como essa acrescenta a um debate democrático? Sem contar que o cara nem me conhece para dizer que eu sou “maconheiro” (jamais coloquei qualquer porcaria na boca), e fala uma asneira dessas.

    Abraços!

  3. Pingback: “Plebiscito” no Cão Uivador « Cão Uivador

  4. Pingback: Adivinhem de quem me lembrei? « Cão Uivador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s