Moral de cuecas

Uma das máximas dos defensores do status quo é “o trabalho dignifica o homem”.

Para eles, pobre é vagabundo que não aproveita as oportunidades. Não tem dignidade, não merece ser ajudado pelos que a têm.

———-

Se o que escrevi acima fosse verdade, não existiria Bolsa de Valores. Pois lá se ganha (muito) dinheiro sem trabalhar.

Porém, também se perde. É como se fosse um cassino: nem todo dia se ganha, e, para uns ganharem, outros têm que perder…

Um comentário sobre “Moral de cuecas

  1. Já disse o velho Marx sobre os ganhos do trabalho no capitalismo:

    “a maioria que trabalha não lucra e a maioria que lucra não trabalha”

Deixe uma resposta para Jorge Nogueira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s