A indigência no Brasil

O Diego escreveu um trabalho muito interessante na cadeira Métodos Quantitativos II de seu mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Ele estudou a indigência no Brasil de 1976 a 2005.

Segundo o IPEA, indigente é o indivíduo que se encontra abaixo da linha de extrema pobreza, ou seja, renda inferior à condição de satisfazer as mínimas necessidades nutricionais. Uma das constatações mais interessantes do trabalho dele é que o índice de indigência depende muito mais da distribuição de renda do que do crescimento econômico. O que corrobora a idéia de que a pobreza é relativa: no Brasil existem muitos pobres porque a riqueza é muito concentrada.

Clique aqui para ler mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s