Demissão

demissao.jpg

Os chargistas Kayser, Santiago e Moa foram dispensados do Jornal do Comércio.

O motivo? Charges que não são do interesse da mídia corporativa, pelo motivo de mostrarem a verdade que os donos do poder não querem mostrar.

 

santiago_charge.jpg

 

feijo.png

Mais do que o atendendimento aos interesses corporativos, o que percebo nesse episódio (e no Rio Grande do Sul) é o crescente mau humor. Essa turma direitosa (DIREITa + raivOSA) no poder – Yeda no Piratini e Fogaça na prefeitura – está colaborando decisivamente para isso. Vivemos num Estado que está na merda, e ainda fazemos cara feia para tudo.

Tanto que disse o Kayser na sexta-feira (quando informou aos leitores de sua demissão): “no lugar da minha charge, hoje havia a foto de uma manifestação direitosa na Venezuela, acompanhada de um editorial esculhambando o Chávez”.

2 respostas em “Demissão

  1. Matou a charada, Rodrigo. Vivemos um momento de profunda intolerância e mau humor por parte dos nossos “homens de bem”. Nos últimos dias de JC, vínhamos sofrendo pressões não só da direção do jornal, mas também de leitores raivosos. Parece que não basta ter o seu ponto de vista expresso majoritariamente em todos os meios de comunicação. É preciso atacar qualquer opinião contrária, por menos visibilidade que tenha. Para eles, é preciso unanimidade.

  2. Pingback: Epidemia de mau humor no RS « Cão Uivador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s