Até onde vamos?

Ontem seria o fim do sonho, sonhavam (literalmente) os colorados. Depois do Grêmio ter revertido tantos resultados negativos nas últimas semanas, a “sorte” acabaria diante do Defensor.

Pobres colorados… Não conhecem a gloriosa história do Grêmio. Afinal, ela é marcada justamente pela superação de grandes dificuldades. Muitas delas justamente contra “eles”, como o Campeonato Farroupilha de 1935 e a decisão do Campeonato Gaúcho de 2006, que muitos já consideravam ganha pelos “diamantes” deles.

Atualmente, o Grêmio vive uma fase incrível. E não me refiro simplesmente às vitórias recentes contra Caxias, Cerro Porteño, São Paulo e Defensor (última vítima do Imortal Tricolor). Tudo isso vem desde 2005 – e não começou com a Batalha dos Aflitos.

No início de 2005, o Grêmio vivia a pior fase de sua história. Não tinha um centavo nos cofres, devia para todo mundo, e ainda por cima estava na Segunda Divisão. O time que disputou o Campeonato Gaúcho daquele ano era tão ruim que se fosse mantido para a disputa da Série B, correria o risco de cair para a C. A remontagem do grupo foi feita ao longo do campeonato, e aos poucos surgiu um time ruim, mas que era suficiente para sair da Segundona. E mesmo assim não foi fácil: a Batalha dos Aflitos é a prova.

De volta para a Série A. Em 2006, o Grêmio seguiu superando os adversários aparentemente insuperáveis. Primeiro, na decisão do Campeonato Gaúcho, contra os eternos rivais, favoritos ao título com seus “diamantes” e sua arrogância. Foram dois empates, 0 a 0 no Olímpico e 1 a 1 no campo deles, que deram o título ao Tricolor. O regulamento ajudou o Grêmio, dizem, pois eles tinham a melhor campanha e não foram campeões. Então por que aceitaram jogar o campeonato deste jeito?

No Campeonato Brasileiro, o máximo que o Grêmio almejaria seria uma vaga na Copa Sul-Americana de 2007 – e se ficasse na Série A já poderia comemorar. Mas tudo foi diferente – e melhor. A vaga conquistada foi na Libertadores. E não bastasse isso, o Grêmio chegou a brigar pelo título.

E em 2007, o Grêmio apenas manteve a rotina de superações. Precisava fazer 4 a 0 no Caxias para ir à final do Campeonato Gaúcho, e fez 4 a 0. Precisava vencer o Cerro Porteño para se classificar na Libertadores, e venceu. Nas oitavas-de-final, precisava ganhar de 2 a 0 do São Paulo, e ganhou de 2 a 0. E ontem à noite, precisava de 3 a 0 para passar pelo Defensor e ir às semifinais. Ganhou de 2 a 0, placar que levava a decisão da vaga aos pênaltis. E mais uma vez, o Grêmio se classificou.

Um detalhe: todas estas vitórias foram obtidas no Olímpico. Se fora de casa o Grêmio não anda bem, em seu estádio as coisas são bem diferentes. Pois o Grêmio tem uma torcida fantástica, da qual me orgulho de fazer parte. Fomos nós que tiramos o Grêmio do atoleiro em que se encontrava há dois anos atrás, e o colocamos na semifinal da Libertadores.

E depois de tudo o que vi ultimamente, cheguei à conclusão de que temos tudo para levar o Grêmio ao Japão novamente. O Santos tem um bom time e um excelente treinador, e por isso merece todo o respeito. E por isso mesmo temos de transformar o Olímpico em um caldeirão na próxima quarta-feira. Já chegamos bem longe, mas ainda não está na hora de parar.

4 respostas em “Até onde vamos?

  1. Eu só quero saber qual vai ser o nome deste DVD.
    É verdade que Ratzinger, em Aparecida, vetou a canonização do Mano apenas por suspeitas de atos de bruxaria?

  2. É que nós, colorados, descobrimos que os gremistas gostam mais de DVDs que de um futebol bonito e bem jogado.
    Descobrimos também que o gremista gosta é de tragédias e glórias, desde que sejam heróicas.
    Já pensaram em trocar o símbolo do Grêmio pela imagem do PHOENIX (Fênix)???
    Me reserva um DVD da “Batalha da Polenta” !!!
    Hehehe…

  3. E aquela fita do Gauchão de 1997 que vocês lançaram? Só não foi DVD porque ainda não existia DVD!!!
    Realmente, ELES SÓ PENSAM EM DVD… hehehe…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s